quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Documentários que tanto me ensinam

Expliquem-me como é que é possível eu ter ouvido isto num documentário no canal Odisseia:

"Sabe-se que se está perante uma relação com futuro quando o casal se sente livre e à vontade para soltar gases um em frente ao outro e sempre que dá vontade".

Não, minha senhora, não é. Pronto, psicologia não é o meu forte, confesso. Mas acho que uma relação não se deve basear no número de bufas que soltamos em frente à nossa suposta cara-metade.

Tenho para mim que uma relação não deve ter por fundamento ventosidades anais. Não vejo qual seria a base disso. O cheiro? O barulho?

Não me venham com a treta do "é sinal que se está mais à vontade com o parceiro". O tanas! É sinal de que se é um porco que já perdeu a noção do socialmente aceitável.

Não é por um homem largar uns quantos puns à minha beira que o sinto mais próximo ou mais íntimo. Não há maneira de soltarem peidinhos sexys. Não há. Pelo contrário. Quanto mais barulhento ou fedorento foi o peido, mais sex appeal vocês perdem.

Acredito que estar-se à vontade numa relação possa implicar soltar um traque involuntário em frente ao parceiro e não fazer disso o fim do mundo em cuecas.

Agora, festejar a relação com puns a torto e a direito, como se não houvesse amanhã, com direito a bombas e a trovoadas anais, não mostra intimidade ou proximidade. Mostra nojice. É ligeiramente diferente.

33 comentários:

Fênix disse...

É pura e simplesmente falta de respeito e boa educação, podem achar piada, sorrir até, mas não passa de falta de respeito.

Sinceramente duvido que alguem goste de estar perto quando isso acontece ou até que ache piada, mas vá-se lá entender .....


Beijão ;)



Fênix

Abobrinha disse...

Salto-alto

Engraçado, por um momento pensei que tinhas dito que tinhas ouvido isso no Odisseia! ... ... Oooops, foi mesmo isso que disseste!

Estou mais inclinada a pensar na tua hipótese. E já que estamos no tema porcaria, uma pessoa só está verdadeiramente à vontade com outra quando está a arrear o calhau e permite que a outra entre na casa de banho! Quem não foge pela porta fora depois de ver a cara metade sentada no trono a ler a "maria"... é amor! Só pode!

Excluídos estão colheitas de macacos no nariz e cotão no umbigo. Há limites, mesmo para o amor!

Pedro Barata disse...

Saltinho, estou de acordo contigo! Eu acho que se fosseo fim do mundo em cuecas a relação virava uma relação mal-cheirosa!!! ;)

Beijinhos

Bombocaa disse...

Ehehehe

São opiniões diferentes...eu tb n acho nada de jeito as pessoas andarem prali a soltarem-se cm se n houvesse amanhã...mas a teoria que a abobrinha apresentou sobre "uma pessoa só está verdadeiramente à vontade com outra quando está a arrear o calhau e permite que a outra entre na casa de banho!" ja foi ouvida por mim por outras pessoas...

DANTE disse...

Festa é festa , cada um manda os foguetes que pode ora essa!
ahahahahahaha

Jokas :)

Minhoca disse...

Quem é que gosta de estar ao lado qnd sai uma bufa???
Ísso é sentir à vontade?? Só se for para depois lhe chamarmos porcos javardos.

Concordo com o teu ponto de vista, um descuido não é o fim do mundo, mas q isso não seja uma constante.

Bjs

Salto-Alto disse...

Fênix: é uma nojeira! Porra, se é assim que avaliam as relações, prefiro ter uma relação de distância! ;) Beijocas!

Abobrinha: Ui! A minha teoria está boa, sim senhora, mas a tua! Upa upa! ;) Essa de arrear o calhau enquanto se lê a maria está demais! ;) beijinhos querida!

Pedro Barata: LOL! Eu também acho que sim! Beijocas!!

Bombocaa: São, de facto, opiniões bem diferentes. Amor, amor, puns à parte! Hehe! Beijocas! (ps.s: finalmente consegui ir ao teu blogue. Estava difícil!)

DANTE: LOL! Então que mande foguetes, mas sem efeitos colaterais (o cheiro!)! Hihihi! Beijocas!

Minhoca: Pois! Se tem algum jeito, avaliar uma relação pelos puns que se dá um em frente ao outro! Porra! ;) Beijocas!!!

Alguém disse...

Completamente de acordo! iec nem consigo comentar alguma coisa de jeito. Está tudo dito! ihih

Krippmeister disse...

Bem, não há dúvida que se o casal se larga em conjunto, isso denota cumplicidade e à vontade. Não concordo muito é que isso seja indicativo de uma relação promissora. Aliás, desconfio mesmo que não há indicativos de relações promissoras. As relação são todas promissoras, até ao momento em que as mulheres nos trocam por outro melhor.

Espero que este teu trauma com homens flatulentos seja só fruto da tua imaginação, e não de experiência de vida. : )

Beijão

@me@@@ disse...

gostei da parte em que o porco perde a noção do socialmente aceitável... he he

:-)

Miss Kitty disse...

Também concordo contigo! É realmente muiiito romântico quando eles ficam assim tão à vontade! Mas acho que a dita senhora que disse isso utilizou essa situação apenas a titulo de exemplo (muito mal escolhido por sinal) em como os casais devem estabelecer uma relação de total cumplicidade.

BJS*

Furetto disse...

Se fosse pelo odor, eu seria o maior da minha rua :DDD

Furetto disse...

Perdão! Seria o maior da minha pradaria, assim é que é!

Lúcia disse...

Concordo Salto... Mas o certo ´q normalmente os machos desleixam se nesse aspecto, mas se nós nos desleixamos a empiriquitarmo-nos é o fim do mundo... Qt mais dar puns de contentamento... baaahhh

Joaninha disse...

Poooois,

A teoria da Abobrinha tem a sua logica sim, é verdade que é necessária muita confiança para deixar alguem entrar assim no WC. Bom, eu no WC tenho algumas selecções e mais recentemente a Constituição. (sim a Constituição da Republica pá, assim sempre leio um ou dois artigos por dia, hehehehe)mas Marias não tenho.

Quanto aos peidinhos fedorentos, é pouco estetico e cheira mal, duas coisas que para mim são fundamentais, por isso essa teoria do Odisseia não funcemina ;)

Abobrinha disse...

Krippmeister

Ah pois: trocam por quem tenha flatulências mais aromáticas! E diz o pessoal que é feromonas e mais não sei quê! Tretas!

Abobrinha disse...

Joaninha

Sem Maria não conta: só se o teu anjo te vê a ler a Maria e não foge a sete pés é que sabes que é amor! E daí... não te estiques... pode correr mal!

Abobrinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nelson Alexandre Soares disse...

Adorei! Adorei! Adorei!


Subscrevo a tua posição. É uma falta de respeito e educação.


Voltarei, com certeza! Conquistaste-me pelos puns, por muito contraditório que isso possa soar...xD


Stay Well

Skywalker disse...

Como de costume chego tarde e já tudo dito. Há sitios próprios para largar os gases. Se os meus até e mim me incomodam...

L!NGU@$ disse...

Sonho com o dia em que eu e a minha mulher vamos fazer concursos de peidos com os miúdos. :p

Feitiozinho disse...

ahahah, ora aí está uma boa maneira de explicar as coisas...

Ainda no outro dia perguntei ao meu moçoilo qual o motivo que fazia o machedo rir sempre que alguém decidia "dar ares" de sua graça e a resposta foi simplesmente porque é engraçado.

Acho que quem escreveu essa trampa de documentário devia ser homem!

Majo disse...

Concordo plenamente contigo. É uma absoluta nojice!!!

Para mim, a intimidade (leia-se "à-vontade") termina... na casa de banho, mais propriamente na sanita.

No que respeita a "actos liquídos" ainda aceito que esteja alguém por perto... agora se são "sólidos ou gasosos"... nem a minha mãezinha eu admitia por perto!

Bjinhos cheirosos... com DKNY! ;)

quase Eu disse...

ahhahah "Agora, festejar a relação com puns a torto e a direito, como se não houvesse amanhã, com direito a bombas e a trovoadas anais" ahhhah não tenho palavras...

Salto-Alto disse...

Alguém: se estás de acordo comigo já é um óptimo comentário! ;)

Krippmeister: Discordo. Largar-se em conjunto não denota cumplicidade. Denota badalhoquice. E de ambos! Não há Ambi-Pur que lhes valha! ;) Beijoca!

@me@@@ : LOL! :) Ainda bem que gostaste! Beijocas!

Miss Kitty : Infelizmente, a senhora não estava a dar o exemplo. Toda a sua teoria era baseada nesta afirmação... Nojo, sim, também acho. :) Beijocas!

Furetto: O melhor da tua pradaria? LOL! Onde é mesmo? :)

Salto-Alto disse...

Lúcia: Pois, desleixam sim senhora, tens toda a razão!!! E nós, temos que estar sempre no nosso melhor! Peidinho para eles! ;) Beijoca!

Joaninha: Se não tens marias na casa-de-banho, a teoria da Abobrinha não cola! ;) Constituição como leitura de casa de banho? Sim senhora, até aí és culta! :) Beijinhos!

Nelson Alexandre Soares: Hehehe! Obrigada! Fico mesmo contente por saber que agrado aos meus leitores! Obrigada pela simpatia! Beijocas!

Skywalker: LOL! Nada como um homem honesto, sim senhor! Parabéns! :)

Salto-Alto disse...

L!NGU@$: Sonhas com o quê? Juízo! ;) Espera... Então é para isso que andas a praticar? ;)

Feitiozinho: LOL! Por alguma razão inexplicável, eles gostam de peidos... Não entendo mesmo a diversão daquilo, mas pronto! ;) Beijinhos!

Majo : Concordo plenamente com os teus limites: "a intimidade termina na casa de banho, mais propriamente na sanita." Apoiado! :) Beijocas!

quase Eu: :) Fico mesmo contente que tenhas gostado! Obrigada, é um elogio! :)

Snoopy disse...

Eu e a minha futura desconhecida vamos tentar abafar o fogo de artificio da Passagem d'ano com bufas e traques!! =D

Salto-Alto disse...

Snoopy: Ui! Isso promete? Posso assistir? Mas assim de muito muito longe?

Ninja! disse...

Lol, para quem todos os dias diz que odeia toda e qualquer palavra que designe flatulência, tiveste coragem para arranjar muitos sinónimos... ;)

Beijo.

Snoopy disse...

Claro Salto! Junta-te a nós para a sala ter assim um bocado de glamour!! ;)

Donnola disse...

tou quase de acordo :DDDDD

Nogs disse...

ahahahah!

Então, mas assim é perfeito linda.
Já ficas a saber que não queremos uma relação com futuro. Ou se queremos basta lançar uma bomba dessas e piscar os olhos enquantos dizes: "Reparaste?... Gosto tanto de ti, peida-te lá e vamos ficar juntos forever and ever..."

:P

BeijOOO

PS: Estás melhor? Jokita