sexta-feira, 6 de junho de 2008

A woman's rigth to shoes...


Ontem fui, vi e emocionei-me... E sim, sobrevivi. Depois de rever as séries em casa, anos depois de a Sic as ter transmitido, e de ver de novo o final, não queria acreditar que não houvesse mais. Mas lá me mentalizei. Até que ontem voltei a vê-las fazerem-me rir, indignar-me, quase chorar (uma lagrimazita ainda insistia em sair, mas lá me recompus). Dei por mim sentada na sala de cinema ansiosa e a reclamar por o filme tardar a recomeçar. Já começava a congeminar subir à cabine e meter eu própria a bobine a funcionar. Não foi preciso. A reacção foi instantânea: começa o genérico, uma onda de arrepios percorre o meu corpo. Naquelas 2h30 vivi entre NY, Los Angeles e México, vivi com as personagens e senti com elas. Elas que foram as minhas companheirasa em tanta noitinha da minha vida... E claro, há sempre a inevitável sensação de reconhecimento pessoal naquelas mulheres. Foram vários os momentos em que desejei estar a ver aquilo do meu sofá, na privacidade da minha casinha, só para poder reagir à vontade sem quaisquer olhares de canto. Adorei. Adorei mesmo. 6 séries e 3 finais alternativos depois, ainda me conseguiram surpreender. E muito! Não vou dar com a língua nos dentes. A pior parte? Sem dúvida que foi o facto de me ter apercebido que desta vez é que era, desta vez é que o adeus era mesmo final. A melhor? Não, não foram os sapatos (pasme-se) mas sim os vestidos... É que feita fina não reagi só a todo o drama e comédia perante um cinema repleto de gente!!! Ná! Reagi às personagens, ao enredo, aos sapatos, aos vestidos, às bolsas... O costume... À saida do filme, não pude deixar de pensar: fui só eu que pensei que era boa ideia oferecerem uns sapatinhos às mulheres que fossem ver o filme?


* Este é o meu título preferido de todos os episódios da série e por isso foi o escolhido.

1 comentário:

Anónimo disse...

Se oferecerem sapatos também vou ver...e claro que vais cmg assim era só coleccionar sapatos a borlix!!!é mesmo coisa de mulheres!!

P.