terça-feira, 16 de setembro de 2008

Regresso ao Estágio - A Saga do dia de Ontem

Regresso ao estágio. Primeiro dia no escritório. A manhã auspiciava uma óptima segunda-feira. Motivo, desde logo e só por si, para desconfiar das verdadeiras intenções do sol que hoje brilhava tanto. Hmm... bem disposta a uma segunda-feira de manhã E sem ter tomado o meu habitual café?... Hmm, não me parece. Ou eu não estou bem ou o resto do mundo está do avesso hoje.

Vou atrasada mas sem pressa para o escritório. Quando chego, todos os advogados decidem que é hora de ir ao café. Lá vamos nós então. Debate sobre direito. Gente sequinha, não têm vida social? Nem tudo é leis... porra! Volto ao escritório. O dia de trabalho começa bem: três processos cujo prazo terminava hoje. Dos três. Lindo. Daqueles processos complicados em que o cliente não tem razão nenhuma mas se acha a pessoa mais prejudicada do mundo. E nós é que temos que inventar soluções e dar a volta às situações de merda em que eles se meteram. E depois os advogados é que são ladrões... Ingratos.

Quando olho para o relógio são 12h57. Tinha combinado encontrar-me com uma amiga às 13h no café. Engulo o almoço sem mastigar (lá se foi a porcaria da dieta para as couves) e envolvo-me na minha própria prova de triatlo pessoal do escritório até ao centro da cidade: 50 metros de sprint, salto em comprimento sobre os montinhos de areia e de pedras que misteriosamente apareceram nas ruas da cidade e uma corrida nas pontas dos pés, pois a merda dos buracos entre as pedras da calçada mostraram hoje a sua personal vendetta contra mim. Muito gostam eles de ter o meu tacãosinho enfiado nos intervalos que as separam. Porcas depravadas.

Chego ao meu destino. Cusquices postas em dia, vou para o refúgio do costume depois da hora de almoço. Ai, se não fosse o habitual café com os amigos e companheiros de batalha.... Depois daquela horinha, o mundo parece um local mais estúpido e cómico. Hehe.

Mais um sprint até ao escritório, sempre a tentar evitar os buracos e, qual diva num qualquer filme dos anos 60, lá dou o ocasional saltinho teatral por cima dos percalços e buracos do caminho. Ao passar numa agência de viagens dou uma olhadela aos cartazes e às revistas, mesmo a tempo de agarrar numa com fotos sugestivas da Andaluzia. Acelero em direcção ao escritório enquanto prometo a mim mesma que ainda lá vou voltar.

A tarde no
escritório insinua-se longa, longa, longa. Bem preciso de ir deitando uns olhinhos àquelas praias de vez em quando. E aos preços, para cair na realidade e voltar ao trabalho.

O tempo não passa. Vou aguentando, pensando sempre no jantar marcado para a noite. Promete! Vou insultando mentalmente os idiotas que fizeram tanta asneira. É que hoje só me calham processos de gentinha idiota que não sabe o que fazer da vida. E como não sabem, fazem merda. Claro que isso me dá trabalho, o que é mesmo muito bom, mas ao menos praticavam crimes mais divertidos, sempre me dava mais alegria trabalhar nos casos deles! Gentinha má, é mesmo má vontade!

Da próxima vez, em vez de conduzirem em excesso de velocidade ou de ameaçarem funcionários,
experimentem vestir roupinhas mais catitas, cometendo alguns atentados contra a inteligência humana, e desatem a insultarobjectos inanimados ou a discutir com o vosso cônjuge, desbobinando todos os pormenores sórdidos da vossa vida familiar. Assim daqueles humilhantes. Do género do marido só conseguir uma erecção ao vestir a roupa interior da mulher, ou da mulher só conseguir atingir o orgasmo se berrar palavrões em francês durante o acto. Isso era giro. Dívidas e atropelamentos já tenho que chegue, obrigadinha! Gente chata.

24 comentários:

Peregrina disse...

Que crítica que você me saiu hoje Saltinho hehe

[Sou totalmente solidária contigo quanto aos buraquinhos da calçada e os nossos saltos ;p]


Beijinho*

Mlee disse...

Finalmente alguém que me entende... advogados quando se juntam à volta de um café ... são uma seca mesmo!
:)
Beijinhos

Nogs disse...

Também voltei ontem à Editorial... Mas como gosto daqui e a malta, por acaso, até tem muito bom humor...:)

Quanto às pedras na calçada... Podes crer! Ainda bem que Barcelona tem poucos passeios assim:P

Eu comecei bem a semana, pois depois do trabalho fui dar uma volta de bicicleta e passear um pouco à beira-mar... Verdade que é maravilhoso ver a noite chegar na praia, mas aqui tenho que dar o braço a torcer, pois no há nada como um pôr-do-sol no mar; é estranho vê-lo a fugir por entre os prédios em vez de se afogar no horizonte do mar...

Bene... Dou-te um pouco do meu sorriso nesse fim de tarde, para ver se te animas;)

stealthh disse...

ahaha esse debate/diálogo/discussão, contigo à mesa presumo q tenha sido mais um monólogo ou então que muitos deles tenham experimentado a anestesia geral 1 hora depois :D

Super Poderosa disse...

que vida difícil a tua!:-P

quanto aos saltinhos nos paralelos, tenho uma sugestão que te pode ser útil: anda de sapatinhos rasos como a mais comum dos mortais!;-) vais ficar gira na mesma e o patrão vai gostar!:-P

Joaninha disse...

Essa merda das calçadas é um crime a meu ver!
Abaixo a calçada à portuguesa!


Beijos linda :)

ZaniNE disse...

Bem, e estavas tu bem disposta numa segunda feira!? ;P

Quanto a alegria no trabalho... Ainda te queixas? Queres Reclamações de Crédito e Processos Disciplinares? Queres? LOL.

Beijoquinha.

PavlovDoorman disse...

Eu fico-me pelo saltinho teatral...eheh

Beijinho e melhores saltos

D.Antónia Ferreirinha disse...

Ganda seca né?
Ahahah.
ó pá escolhe outra profissão, ahahah.
Beijinhos.

Krippmeister disse...

Se queres histórias humilhantes de carácter sexual devias estar em direito conjugal, acho eu :)

Por mim acabava-se já com a calçada portuguesa! Património o c*****o! Se calçada significa que uma mulher sequer escolha não trazer saltos altos, então alcatroa-se o país inteiro!

Viva o pernão sexy!

Bloguótico disse...

Drª SALTO, sou um dos seus clientes k ñ tem razão nenhuma mas axo k sou a pessoa mais prejudicada do mundo! Passei pelo escritório, mas já ñ a consegui encontar lá... por acaso podia dizer-me se já inventou alguma solução para o meu caso!? lol

P.S.: Um estágio sem isso tudo, ñ ia ser um verdadeiro estágio! Boa sorte prás restantes dias... meses... anos! ;)

pensamentovadio disse...

todoo o bom portugues ja foi atropelado e hoje está individado!
mas já agora, uma pessoa leva com cada nabo, é k mais valia estarem kietos!

Renato Oliveira disse...

Olá Dra."Salto Alto",

Pois,é o eterno diálogo Advogado(a)/Cliente. Nem um nem outro(teoricamente) podem ser escolhidos à la carte.

E os processos de gentinha idiota têm de ser defendidos por alguém, porque a Lei assim o define.

Tem de ter mais um pouco de calma para não entrar em stress. É dificil de teorizar, mas é aquilo que os médicos nos dizem para fazer.

Continuação de bom trabalho.

Beijinho,

Renato

Alguém disse...

weeeeeeeeeeeeee, adoro estes teus post´s! eh eh eh
Mas é a mais pura verdadinha! Divórcios por mútuo consentimento?! Acidentes de motinha?! Ameaças ou condução sob o efeito de alcool?! bahhh O que a gente quer é lavagem de roupinha suja!!! Tem de ser divórcios litigiosos, assassinatos em serie, injurias com porrada velha, tentativa de homicídio... isso sim é que é porreiro!
loool

L!NGU@$ disse...

Depois não são isto e aquilo, mas inventam filmes e mais filmes para salvar o cliente que cometeu crime mais horroroso de todos os tempos. Raio de espécie que foram inventar...

Tretoso Mor disse...

Saltinhos,

Um bom advogado, é o que prova que a cilpa está inocente através de um tijolo de papel.

tretices legais para ti

saves disse...

Ai, ai, saltinho. foi isso que escolheste fazer para a vida...

pieces of me (Luna) disse...

Estar bem disposta numa segunda feira de manha...ou o mundo está para acabar, ou estou de férias..

E esses buraquinhos na rua para enfiar os saltos....malditooos!!!

pieces of me (Luna) disse...

Quase que me esquecia do beijinho =)

Salto-Alto disse...

Peregrina: pois, há dias assim! ;p Beijocas!

Mlee: depende dos advogados! Eu e os meus amigos não conseguíamos ser seca nem que tentássemos muito! ;p Beijoca!

Nogs: bem, minha querida! Que dia! só não invejo porque, pelo pouco que consegui conhecer de ti, parece-me que mereces!!!! BEIJOCAS!

stealthh: é incrível a maneira como continuas a negar que querias ser advogado! Bah!

Salto-Alto disse...

Super Poderosa: salto alto é sempre salto alto! ;p Mas não tenho nada contra o calçado raso! ;p

Joaninha: ABAIXO! ;p BEIJOCAS!

ZaniNE: Ena! Processo executivo? já aqui tenho aos montes, obrigada! ;p

PavlovDoorman: lol,essa do saltinho teatral correu-me bem! ;p

Salto-Alto disse...

D.Antónia Ferreirinha : infelizmente eu gosto é desta! :s BEIJOCAS!

Krippmeister: ai, cada vez gosto meis de ti! ;p Beijinho

Bloguótico: só por causa disso, és o meu irmão e cliente favorito! Até te faço um caso de graça! ;p

pensamentovadio: exactamente! Parece que só os nabos é que se mexem!!! BEIJOCA!

Salto-Alto disse...

Renato Oliveira: pois, mas parece que só os ricos é que fazem merda! Beijoca!

Alguém: obrigada minha linda! tu compreendes-me! ;p

L!NGU@$: Cale-se! Engenheiro! Bah!

tretoso Mor: LOOOL! muito bom! Beijoca!

Salto-Alto disse...

saves: é bem verdade... já viste a minha vida querida! ;p Beijoca!

pieces of me (Luna): lol! :) Obrigada, és uma querida! Beijocas!