sábado, 6 de setembro de 2008

I pity the fools

Sim, usei no título a frase mais famosa do Mr.T. É de gajo e eu tive os tomates (psicológicos) para o fazer. ;p Os fools em causa são os americanos (por esta é que não estavam à espera!... tomem lá um post político que faz bem ao soninho!).

As coisas que se passam nos Estados Unidos da América e que eu não entendo davam para encher 20 volumes de livros da espessura do livro “Equador”, do Miguel Sousa Tavares. Desde milhares de votos que desapareceram nas eleições e foi eleito, de novo, o Presidente mais idiota de todos os tempos a um Vice-Presidente balear “acidentalmente” um caçador… Pois, fosse só isso e o mundo era mais feliz. Mas não. Uma coisa que me faz muita confusão é o cinismo americano. Apelam constantemente ao “American Dream”, e na América é tudo muito bonito e corre tudo muito bem… Não entendo como o continente mais novo do mundo, que começou por ser colonizado e recebeu gente de todas as nacionalidades, conquistando terra à custa de sangue derramado, de repente se pode arrogar do direito de impedir cubanos, mexicanos, entre outros, de entrar no seu território. Do nada. Quem lhes atribuiu aquela terra a eles? E porque têm eles mais direito que os outros? Vale lá a regra infantil do “I called it first”? Mas há pior. Gritam a plenos pulmões que são um país que não discrimina e que todos têm as mesmas oportunidades e que cumprem o sonho de Martin Luther King, mas no entanto há um candidato africano à Presidência e em tudo quanto é lado se exclama que vai ser o próximo presidente negro. Quer dizer, se não há discriminação, que merda interessa se ele é branco, preto, amarelo ou vermelho?! Está-se a apelar a votos apelando à cor de pele do homem! O que é isto senão discriminação? E o que mais me chateia: cada vez mais a América é o país da obesidade. E o que abunda mais por aqueles lados? Pois é, McDonalds, Burger Kings, Kentucky Fried Chicken, Taco Bells, e por aí em diante. E políticas de saúde para tratar dos obesos? Só existem se o doente em questão tiver seguro. Mas todos usamos os EUA como exemplo de prosperidade, modernidade e modelo a seguir. Já para não dizer que os meios de comunicação lá são totalmente controlados pelo governo e nada é transmitido sem passar pelo rigoroso escrutínio do governo. Eu gosto da América dos filmes e adorava morar lá, mas sei que aquela é a parte da América que nos querem mostrar. Quanto a Portugal… nem tenho coragem para começar… Falar da desgraça dos outros sempre nos afecta menos… ;p

P.S.: Descansem os que estão a pensar que vi demasiados episódios de X-Files e que virei a mulher da conspiração! Agora tenho que ir porque “eles” estão a vigiar toda a internet. Até amanhã, se o FBI não me apanhar primeiro. Se apanhar, destruam os meus sapatos.

24 comentários:

Lua disse...

Lol Sempre esse humor que adoro...:)

A América não é exemplo para ninguém... Quem é que ainda não percebeu isso? Quanto mais me tentam atirar areia para os olhos, mais desconfio...
Quanto ao Barack Obama, apesar de ser o candidato que me parece mais certo, que há uma certa discriminaçãozita positiva, ai isso há!

Beijinho*

Peregrina disse...

Ai ai a América. Admiro-te por conseguires fazer posts tão profundos a estas horas hehe Uma verdadeira campeã!

Um bom fim-de-semana Saltinho :) *

Alguém disse...

NÃÃÃÃÃÃÃOOOO!!!! se te apanharem, eu fico com os teus sapatinhos TODOS!!!! eh eh eh

Quanto ao senhor candidato... não tenho muito a dizer porque não estou a seguir... Mas tens toda e mais alguma razão no que disseste da discriminação, da obesidade... e tal...

Bom... agora não posso escrever mais... tenho de ir ali fazer uma denúncia...

L!NGU@$ disse...

Se eu começo a falar dessas gentes, nunca mais me calo.

É melhor ir pela parte cómica da coisa e dizer que sou voluntário para queimar todos os teus calcantes. :)

Bloguótico disse...

Dps do que li só me apetece citar os gritos do Major Valentim Loureiro:

GONDOMAR... GONDOMAR...GONDOMAR!!!

lol

PavlovDoorman disse...

Mas a menina a esta hora já consegue dissertar sobre as idiotices de um país maravilhoso???

Beijinho

saves disse...

America Sucks.

pieces of me (Luna) disse...

Eu quero um dos pares de sapatos =)

Quanto ao resto...falar da desgraça ds outros nao muda a nossa linda

Alguém disse...

EI!, já disse que os pares de sapatinhos ficam todos para mim! E nada de queimadas com eles... ora essa!

Salto-alto, importaste de deixar isso por escrito? Assim é mais fácil, quando fores apanhada... ;-)

Identifica-te/Anónim? disse...

Qt ao sonho americano a verdade é que é mais o sonho terrestre e nunca se concretiza, a discriminação deve-se por ter povos de muitas origens, as terras que ocuparam estavam desertas (ao ponto de serem oferecidas (lembras-te do filme HORIZONTE LONGÍNQUO?)). A questão do Obama não se põe noutros países de origem branca porque nesses é impensável, ou seja, apesar de haver racismo nos EUA eles não estão sós, estão até mais avançados sendo que hoje se calhar até há mais racismo quanto aos hispânicos...

Não querem deixar entrar cubanos... mas ilegais - espera um pouco e tb vai haver quem tente barrar entrada aos ucranianos em Portugal (já existe quem pense assim)...

Por isso, os americanos até têm muitas políticas erradas mas nós (Europeus) não somos muito melhores ou diferentes... aliás a arrogância deles em parte é culpa nossa que qd nos lembramos de guerrear (no séc. passado) andamos a fazer deles os grandes salvadores da democracia e depois aquilo subiu-lhes à cabeça.

Obesos? Sim! Mas é um problema que se está a espalhar pelo Mundo... vê o lado positivo, assim, as europeias são sempre mais bonitas...

Salto-Alto disse...

Lua: obrigada pelo elogio! És uma querida! Beijocas!!!

Peregrina: obrigada! :) Bom fim de semana querida!!! Beijinhos enormes!

Alguém: obrigada por seres tão boa amiga! Vais-me denunciar so para ficares com os meus sapatinhos.. eu vi logo que não era impressão minha teres sorrido tanto e feito um olhar maléfico quando descobriste que calçavamos o mesmo tamanho... ;p

Salto-Alto disse...

L!NGU@$: é melhor saltar a parte preguiçosa do teu comentário e voluntariar-me para te dar umas "bufatadas" que te ponham a lígua no sítio.

Bloguótico: desde que foste ao tribunal e assististe à saga do registo criminal encadernado andas inspirado pela corrupção! ;p ( a propósito, É UM EXCELENTE POST, VÃO TODOS VER!!!) Beijocas!!!

PavlovDoorman : eu sou assim! (ou isso ou o post estava agendado e foi realmente escrito noutro dia, a outra hora!) ;p Beijocas!!!

Salto-Alto disse...

saves: estou contigo, sucks mesmo! Beijinho gordinho!

pieces of me (Luna): é bem verdade, antes mudasse a nossa desgraça! ;p Um par de sapatos é teu, está garantido (se a Alguém não os surripiar a todos)! Beijocas!!!

Alguém: interesseira! hmpf!

Salto-Alto disse...

Identifica-te/Anónim?: Olé! sim, vi o filme! Aproveito para esclarecer uma coisa. Essas terras não estavam todas desocupadas. Filme é filme. A América pertencia a índios nativos. Mas o que me irrita é que se acham no direito de achar que a terra é deles (e ainda que se use o argumento da usucapião), nem sequer deixam estrangeiros necessitados entrar. Ora, bastava que lhes dessem um visto provisório, porque assim esses imigrantes sempre podiam aranjar um trabalho durante o tempo que o visto permitisse, beneficiando assim de um seguro (ainda que mínimo) de saúde. Nós também precisamos de emigrar. E também recebemos imigrantes de leste e não só. Eu defendo que o Mundo é de todos, não pode ninguem dizer "esta terra é minha".
Obrigada pelo comentário, os teus são sempre elucidativos! Até amanhã, beijoca!

Pearl disse...

Concordo contigo e especialmente na questão da obesidade é gritante o que lá se passa! Muitos programas de TV subsistem à conta desse tipo de problema, mas o governo parece ignorar o que já uma questão de saúde muito importante!

beijinhos

Salto-Alto disse...

Pearl: exacto! o governo parece estar mais concentrado em guerras... o que se há-de fazer? Beijo grande, bom fim de semana!!!

Krippmeister disse...

"Quem lhes atribuiu aquela terra a eles? E porque têm eles mais direito que os outros?"

Bem, nesse aspecto não são diferentes de nenhum outro povo no planeta. Practicamente todos "ganhámos" o direito á terra entrando por ali a dentro e matando quem lá estivesse antes.

Não esqueçer que estamos num país que começou com o filho a bater na mãe :)

Quanto á obesidade não há dúvida. Fonix, voçês já viram o tamanho dos baldes de coca-cola que servem lá nos McDonalds?

Salto-Alto disse...

Krippmeister: realmente, essa do balde de coca-cola está bem vista! ;p Beijocas!!!!

ZaniNE disse...

Já não são a potência que se gabavam ser, mas não deixam de ter valor... Agora que não gosto deles, não gosto!

Valem pelos filmes e séries...

E os sapatos não podem ficar para os pobrezinhos? Que nº calças? :P

Beijoquinhas.

Martinha disse...

EUA :|
morte a eles. nada a acrescentar...

ACP disse...

Ora bem...
Eu tenho uma cisma com os US! :)
Tento n cair no exagero q td o q vem de lá é mau, mas coloco sp MTAS reticências ao q, à força toda e de forma saloia, importamos de lá! Os EUA podem ser 1 exemplo de td menos de prosperidade (veja-se como estão em recessão e puxam a Europa para o mmo), de modernidade (de 1 modo geral são culturalmente limitados e têm uma mentalidade do mais atrasado q se possa imaginar) e, finalmente, pessoas que defendem "guerras preventivas", que n querem saber de Kioto para nd (mmo q passem a vida a ser assoladas por furacões e demais catástrofes ambientais) n podem ser modelos a seguir.

Nós por cá n somos perfeitos, somos mesquinhos, temos o complexo de inferioridade q o q vem de fora é q é bom... mas ainda podemos dar mtas lições aos "tios sam" e quejandos! :)

Boa semana, de preferência em saltos, para ter + classe :))


Beijinhos

Ninja! disse...

LOOL! Tinham que fazer uma queimada enorme, num campo de futebol, para destruir os sapatos todos. A propósito do que disseste, da América ser uma coisa nos filmes do que é na realidade... Muitas vezes, nos filmes, o gajo que está lá no topo da carreira, ou lá o que for, tem no máximo 20 anos. Ou seja, venham para a América, são promovidas as capacidades e não a incompetência.

Salto-Alto disse...

ZaniNE: leio o que escreves e só me sai: idem aspas, bis bis... Ai se não fossem os filmes e as séries... ;p Calço o 37, mas a Alguém já me obrigou a deixar-lhe os meus sapatos em testamento! ;p BEIJOQUINHAS!!!!

Martinha: LOOL! muito obrigada pela visita e pelo comentário! Beijinhos grandes!

Salto-Alto disse...

ACP: bem! atrevo-me a dizer que o comentário está melhor que o próprio post! ;p Beijinho muito muito grande, obridada pela visita e pelo comentário! ***

Ninja!: mais um comentário sábio! ;p E não, eu não tenho ASSIM tantos sapatos... mais hei-de lá chegar! ;p BEIJO!