quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Resposta ao ultimato

Este post vem como resposta a isto.
Ora bem, eu tenho a dizer que esse menino é um malandro. Eu já tinha tido uma conversa pessoal com ele, na qual ele me intimou a que o Porque Sim voltasse ao activo. Se a memória não me falha, acho que houve ameaças e tudo. Houve, de certeza. E se não houve, arranjam-se já algumas testemunhas que corroborem que houve, a troco de uns rebuçados (de frutas, porque hoje em dia já ninguém testemunha a troco de rebuçados de mentol). Enfim, foi um drama digno de qualquer boa novela da TVI ou mesmo até do antigo Jornal Nacional.

Mas como diria a Teresa Guilherme (a propósito, ainda é viva?): "Isso agora não interessa nada". O que é realmente importante é que depois dessa conversa pessoal continuamos muito amiguinhos e fomos de férias 8 dias (nós 2 e mais 8 malucos) e o senhor Bloguótico esteve muito caladinho durante todo o tempo... Nem uma palavrita sobre eu voltar à blogosfera. Tudo para descobrir, regressada de férias e depois de uma ausência pelos blogues, que ele montou um esquema em muito semelhante a uma cabala contra mim. Senão vejamos:

- conspirou em silêncio durante pelo menos 18 dias;

- publicou um "apelo" (que me cheira levemente a lavagem cerebral) entusiasta, muito ao estilo dos discursos nazis do Hittler (aposto que para o efeito até leu o "Mein Kampf");

- o referido texto foi publicado no seu blogue, frequentado por leitores e comentadores da sua confiança e que, por conseguinte, NUNCA iriam contra a sua ordem de "apelar" ao meu regresso;

- uma sandália minha apareceu à porta do meu quarto, com o tacão arranhado, em jeito de "olha o que te pode acontecer se não cedes à chantagem";

- apareceu no café com indumentária e bigodinho ao estilo do Marlon Brando n' "O Padrinho".

- neste preciso momento em que o estou a "acusar" deiixou de funcionar a tecla do "Right Shift" no meu portátil (juro que é verdade - creepy mas verdade).

Brincadeiras à parte, tenho a dizer que fiquei muitíssimo lisonjeada com o gesto do meu mano e com os vossos comentários no referido post. É sempre muito bom saber que há quem goste do que eu escrevo, quem ria (ou pelo menos sorria) com as parvoíces que escrevo e as histórias que conto. Sabe mesmo muito bem. Agradeço IMENSO ao Bloguótico pelo gesto dele, pelo seu apoio, palavras simpáticas e elogios. Não é só por isso que te adoro, pá, mas quase podia ser. :P Obrigada também a todos os que o apoiaram, reclamaram pelo regresso do Porque Sim ao activo e quiseram o meu regresso. E obrigada aos que continuaram a cá vir mesmo depois de o estaminé ter fechado - por incrível que pareça, o contador não parou de subir e o número de seguidores também.

Tenho imenso respeito por todos vós e pela vossa opinião. Resta então responder ao apelo. Depois de vários dias pensar no assunto, a resposta foi sempre Não. E pensei sempre que não porque neste momento não tenho a disponibilidade pessoal nem profissional para o fazer. E por isso o Porque Sim não ia voltar. E se voltar, pelo menos não vai voltar exactamente ao que era. Talvez o Porque Sim volte daqui a uma semana, a um mês... Mas não o mesmo. Pelo menos não com a mesma periodicidade. Mas eu continuarei a mesma. Por isso a resposta que vos deixo é um talvez (incerto tal como ele é, mas mais a tender para o "E porque não?"). Por isso, até já e até sempre. E obrigada.

P.S.: Quanto ao "estatuto" de Oprah dos Blogues e ao nível que o sr. Ninja e o sr. Bloguótico acham que o meu blogue está, tenho a dizer que só se é realmente famoso quando há 3 anónimos invejosos a atazanar-nos o juízo e pelo menos 1 stalker. Até agora eu só tive um leitor que me mandava e-mails românticos e um leitor que me achou uma abominação da natureza e um desperdício de oxigénio por eu gozar com o Stallone. Por isso, como vêem, ainda tenho um longo caminho a percorrer. :)

(Bloguótico, quase acordei com o que tu pediste e o Shift continua sem funcionar.... Vê lá se resolves isso ok? Senão é muito complicado colocar pontos de interrogação e fechar aspas nos textos) ;p